A Periodontologia é a especialidade da Medicina Dentária que se dedica ao diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças que afectam o suporte dos dentes, nomeadamente a gengiva, osso e os ligamentos periodontais.

As doenças periodontais são provocadas pela acumulação de bactérias, e manifestam-se devido à acumulação de placa bacteriana e de tártaro (placa bacteriana calcificada), que por sua vez origina uma inflamação crónica que destrói os tecidos que suportam os dentes.

As doenças periodontais podem ser classificadas como gengivite ou periodontite.

A gengivite é provocada pela acumulação de placa bacteriana e tártaro, originando inflamação e sangramento gengival. Qualquer pessoa com má higiene oral poderá desenvolver a doença. Em casos de gravidez, puberdade, dentes mal posicionados ou uso de próteses difíceis de higienizar, a doença também se poderá desenvolver com mais facilidade.

A falta de tratamento e progressão desta infeção bacteriana, pode originar uma patologia oral mais grave que afeta outros tecidos além das gengivas, denominada de periodontite.

A Periodontite leva a uma irreversível perda de osso e todos os tecidos que suportam os dentes, originando mobilidade dentária e consequente perda de dentes. Além da deficiente higiene oral, o stress, tabaco ou doenças como a diabetes, podem ser grandes factores que aumentam o risco de aparecimento da doença. A genética também é um factor muito importante para o princípio da patologia.

Higiene Oral

A higiene oral é essencial para a prevenção e tratamento das doenças periodontais. Durante e após o tratamento periodontal, a higiene oral é fundamental para o sucesso dos tratamentos feitos em clínica.

Após o diagnóstico do problema, o paciente deve seguir à risca todos os cuidados de higiene a ter em casa. Esses cuidados são prescritos pelo médico especialista que segue o paciente, e caso não cumpra, tudo o que for feito em clínica não surtirá os efeitos pretendidos.

Tratamento Periodontal

Raspagem e Alisamento Radicular

Para tratar os problemas periodontais, numa fase inicial, recorremos à raspagem e alisamento radicular, que consiste em limpar de forma mais profunda, os dentes e tecidos e assim eliminar todas as bactérias alojadas nos dentes e abaixo da gengiva, diminuindo a inflamação gengival. Em muitos casos, este tratamento é suficiente para parar a progressão da doença.

Cirurgia Periodontal

Nos casos mais severos da patologia, é necessário recorrer a uma intervenção mais invasiva, denominada de cirurgia periodontal. O objectivo é igualmente eliminar as bactérias, tal como a raspagem, mas em casos mais graves é necessário descolar a gengiva para assim ter visão directa sobre os focos infeciosos e removê-los de forma mais eficaz.

Esta intervenção é realizada sobre anestesia local e o pós-operatório decorre sem dor e não obriga a nenhuma limitação na vida social e profissional do paciente.