É a área da Medicina Dentária que se ocupa do diagnóstico, planeamento e posterior colocação de próteses dentárias, que têm como finalidade a reposição de dentes perdidos, e consequente perda da estética e da função. As próteses removíveis, como o nome indica, permitem que o paciente as remova sempre que entender, ao contrário das próteses fixas que funcionam como os dentes naturais. Estas conferem uma menor qualidade de vida ao paciente.

Prótese Acrílica Parcial

A prótese parcial acrílica é construída em resina acrílica, tendo apoio apenas sobre a gengiva. Podemos recorrer a meios de retenção metálicos pré-formados, denominados de ganchos, que irão fazer apoio sobre os dentes adjacentes. Podemos ainda recorrer a redes e barras para reforço das mesmas.

Prótese Acrílica Total

A prótese total acrílica é utilizada em casos de perda de todos os dentes e é construída em resina acrílica, tendo apoio apenas sobre a gengiva. Não podemos recorrer à utilização de ganchos pois não existem dentes adjacentes. Podemos ainda recorrer a redes e barras para reforço das mesmas.

Por norma, para que haja fixação das mesmas, é necessário recorrer à utilização de fixadores (cola).

Prótese Esquelética

A prótese esquelética é utilizada apenas em casos de desdentados parciais e é uma prótese com uma base metálica individualizada de cromo-cobalto fundido, cujo esqueleto (estrutura) se apoia sobre gengiva e dentes. Não é indicada em pacientes com problemas periodontais.

Prótese Flexível

São próteses relativamente recentes, confecionadas num material mais elástico e flexível do que o que é utilizado nas próteses acrílicas convencionais. O seu tamanho é mais reduzido, a retenção em boca é muito melhor e não são utilizados ganchos metálicos para
que isso aconteça, sendo por isso mais estéticas. São muito mais confortáveis, causam menos ferimentos nas gengivas e a eficácia mastigatória é maior.

Uma das desvantagens destas próteses é que todos os arranjos e acrescentos são mais caros, e muitas vezes em casos de quebra não são reparáveis, mas, também têm um menor risco de quebra devido à sua elasticidade.